Buscar
  • Juliana Riter

Jovem arqueira bate recorde brasileiro na sua segunda competição



Jessica e o mentor Timio, comemoraram o recorde brasileiro. Foto: divulgação

Com flechadas certeiras, Jéssica Karoline Cordasco, 16 anos, bateu o recorde brasileiro na prova Flint Indoor, categoria JFTR, Juvenil Feminino Tradicional, que é um estilo de tiro onde o arco não possui recursos além das habilidades da própria arqueira. Ela fez 83 pontos e entrou para o ranking da Associação Field Brasil. A jovem, que iniciou no esporte a menos de um ano, vem recebendo elogios de seu instrutor Timio Deusdiante, pelo desempenho nos treinos e também nas provas. Ela começa chamar a atenção pelos bons resultados alcançados em tão pouco tempo. Na prova, realizada no Centro de Treinamento Arauqueras, em Araucária, ela atirou de seis distâncias diferentes em alvos concêntricos e quebrou o recorde que durava desde 2018. “Comecei a treinar em novembro do ano passado, mas logo tive que parar por conta das festas do final de ano e só retomei na metade de janeiro. Tenho pouco tempo de treino, por isso, quando me contaram que eu tinha batido um recorde, nem acreditei, foi uma surpresa muito grande, fiquei feliz demais”, comemorou.

Jessica disse que sempre foi apaixonada por esportes que exigiam mais movimento como o jiu-jitsu, a capoeira, o muay thai. Não sabia nada de arco e flecha, só achava bonito. Até que um dia recebeu o convite para fazer uma aula experimental, e foi paixão à primeira vista. “De cara já percebi que o arco e flecha trabalharia o controle da ansiedade, uma área que sempre tive problemas. À medida que aprendia e gostava mais do tiro com arco, também aprendia a controlar minha ansiedade, a lidar comigo mesma”, relatou Jéssica.

Talento

Apesar do pouco tempo de treino, a jovem brilhou como uma arqueira profissional na sua segunda competição, conquistando um recorde brasileiro. “A primeira competição que participei foi na modalidade Outdoor, em campo aberto, e dessa vez foi Indoor, em ambiente fechado. Fiquei muito nervosa, mas conversei com os outros arqueiros, bem mais experientes, e eles foram me dando dicas e conselhos, até que controlei meu nervosismo e minha ansiedade. Meu mestre Timio me deu todo apoio, me ajudou a chegar onde cheguei, teve muita paciência comigo. Tenho muito a aprender ainda, e vou seguir adiante, porque sempre me interessei e fui em busca de conhecimento e aprendizado. Sem dúvida, o maior desafio foi conseguir controlar a ansiedade e a respiração, que são fundamentais para que um arqueiro possa conseguir um bom tiro. Estou orgulhosa de mim mesma. Minha família, meus mentores Timio, o Marcos e a Tina, meus professores, meus amigos, todos estão orgulhosos. E isso só mostra que vencer é consequência do que se aprende”, disse a jovem.

“Estamos todos orgulhosos da Jessica, ela é iniciante ainda e já conquistou um recorde importante. Temos treinado muito e ela sempre se mostrou muito esforçada, segue todas as orientações, e vem aprendendo rápido. Está na sua segunda competição apenas e demonstrou um excelente controle emocional. Todo esse conjunto é essencial para ser um bom arqueiro”, comentou Timio.




A arqueira veterana Tina Riter também quebrou mais um recorde, que por sinal, já era seu. No domingo, dia 25, ela participou de uma prova Field, em Campo Largo, organizada pela Arqueria Curitiba, e deixou sua marca. Tina competiu na categoria VFTR, Veterana Feminina Tradicional e depois de 128 flechas lançadas em alvos concêntricos espalhados ao ar livre, entre campos e florestas, bateu o novo recorde. Ela continua obstinada nos treinamentos, com propósito definido de se apresentar bem no Mundial de Bow Hunter que acorrerá na França, em 2022 (seria em 2021, mas por conta da pandemia, a competição foi adiada).

As competições que Tina e Jessica participaram são válidas pelo Circuito Brasileiro de Arco e Flecha. Após bater recordes em suas categorias, as arqueiras começam a se destacar para levar o título Nacional em 2021.


Fonte: O Popular - https://bit.ly/3hmpl6D

Texto: Maurenn Bernardo

Publicado na edição 1259 – 29/04/2021

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo